domingo, 22 de novembro de 2009

Não se sinta só


Não se sinta tão inseguro
Nesta manhã, desabafe
Me fale dos seus medos
Mas não largue minhas mãos
Você sente o tempo voar
Vamos, fale dos seus medos.

Não se sinta sozinho
Eu não vou largar você
Nesse mundo você está perdido
E eu tenho todo tempo do mundo pra encontrar você
Não se sinta só
É apenas um momento
Eu não vou te entregar
Apenas acredite
E não se sinta só.

Vamos fazer o tempo passar
É como se estivéssemos em um metrô
Dentro, tudo está devagar
Fora, tudo está muito rápido
e o tempo voa
Não voe com ele
Não largue minhas mãos.

Não se sinta sozinho
Eu não vou largar você
Nesse mundo você está perdido
Tenho todo tempo do mundo pra encontrar você
Não se sinta só
É apenas um momento
Eu não vou te entregar
Apenas acredite
E não se sinta só.

Não precisa se sentir assim
Eu não vou te entregar
E não vou te soltar
Não se sinta só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

domingo, 22 de novembro de 2009

Não se sinta só


Não se sinta tão inseguro
Nesta manhã, desabafe
Me fale dos seus medos
Mas não largue minhas mãos
Você sente o tempo voar
Vamos, fale dos seus medos.

Não se sinta sozinho
Eu não vou largar você
Nesse mundo você está perdido
E eu tenho todo tempo do mundo pra encontrar você
Não se sinta só
É apenas um momento
Eu não vou te entregar
Apenas acredite
E não se sinta só.

Vamos fazer o tempo passar
É como se estivéssemos em um metrô
Dentro, tudo está devagar
Fora, tudo está muito rápido
e o tempo voa
Não voe com ele
Não largue minhas mãos.

Não se sinta sozinho
Eu não vou largar você
Nesse mundo você está perdido
Tenho todo tempo do mundo pra encontrar você
Não se sinta só
É apenas um momento
Eu não vou te entregar
Apenas acredite
E não se sinta só.

Não precisa se sentir assim
Eu não vou te entregar
E não vou te soltar
Não se sinta só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia Também

Related Posts with Thumbnails