domingo, 8 de novembro de 2009

Como manter a calma durante uma discussão?

Se as discussões deixam você destruído e chateado consigo mesmo, aprenda a manter a calma interior. Assim você poderá diferenciar os momentos em que vale a pena discutir daqueles em que é melhor se calar, mas sem ceder às pressões de outras pessoas.

O que fazer?
1 - Analise da forma mais objetiva possível o seu estilo de comunicação e se alguma das suas atitudes pode induzir outra pessoa a discutir com você. Tente ser o mais realista possível e não busque desculpas ou explicações para a sua maneira de agir.

2 - Se um comportamento seu não o agrada, tente mudá-lo. Concentre o seu esforço em si mesmo, antes de tentar modificar os outros. Ouça a sua própria voz quando falar com os outros. É comum prestarmos mais atenção no que vamos dizer do que na maneira. A "embalagem" do seu discurso é tão importante quanto o conteúdo. Lembre que a maior parte das pessoas prefere uma "embalagem bonita" a uma idéia exposta com agressividade ou ênfase demais.

3 - Ouça o seu interlocutor antes de voltar a falar. É comum pensarmos no que vamos dizer em vez de escutarmos o que o outro está falando.

4 - Se o que a outra pessoa diz é insuficiente ou pouco claro, peça que ela explique melhor. Tenha certeza de que entendeu bem antes de opinar. Muitas vezes, as discussões surgem por mal-entendidos.

5 - Não discuta quando estiver chateado, cansado ou sem disposição. Estas condições vão atrapalhar o seu raciocínio e a sua comunicação, e podem gerar brigas desnecessárias.

6 - Não aceite discutir em momentos inoportunos. Proponha com firmeza deixar a conversa para um momento mais adequado. Respeite os tempos do outro, mas não se esqueça dos seus.

7 - Escolha os assuntos e as pessoas que valem o esforço de uma discussão. Não misture questões mal resolvidas do passado com a discussão atual.

8 - Se tudo o que foi dito acima não resolver, peça à pessoa com quem você está discutindo alguns minutos para se afastar da situação.

9 - Fique sozinho alguns minutos e respire fundo quatro ou cinco vezes, até sentir que recuperou o controle sobre si mesmo. Analise o motivo da discussão e avalie se faz sentido continuá-la.


P.S.: O motivo das brigas muitas vezes não é relevante. Conheça claramente seus objetivos e prioridades antes de continuar ou abandonar uma discussão. Sua calma interior ajudará você a ver o quadro com lucidez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

domingo, 8 de novembro de 2009

Como manter a calma durante uma discussão?

Se as discussões deixam você destruído e chateado consigo mesmo, aprenda a manter a calma interior. Assim você poderá diferenciar os momentos em que vale a pena discutir daqueles em que é melhor se calar, mas sem ceder às pressões de outras pessoas.

O que fazer?
1 - Analise da forma mais objetiva possível o seu estilo de comunicação e se alguma das suas atitudes pode induzir outra pessoa a discutir com você. Tente ser o mais realista possível e não busque desculpas ou explicações para a sua maneira de agir.

2 - Se um comportamento seu não o agrada, tente mudá-lo. Concentre o seu esforço em si mesmo, antes de tentar modificar os outros. Ouça a sua própria voz quando falar com os outros. É comum prestarmos mais atenção no que vamos dizer do que na maneira. A "embalagem" do seu discurso é tão importante quanto o conteúdo. Lembre que a maior parte das pessoas prefere uma "embalagem bonita" a uma idéia exposta com agressividade ou ênfase demais.

3 - Ouça o seu interlocutor antes de voltar a falar. É comum pensarmos no que vamos dizer em vez de escutarmos o que o outro está falando.

4 - Se o que a outra pessoa diz é insuficiente ou pouco claro, peça que ela explique melhor. Tenha certeza de que entendeu bem antes de opinar. Muitas vezes, as discussões surgem por mal-entendidos.

5 - Não discuta quando estiver chateado, cansado ou sem disposição. Estas condições vão atrapalhar o seu raciocínio e a sua comunicação, e podem gerar brigas desnecessárias.

6 - Não aceite discutir em momentos inoportunos. Proponha com firmeza deixar a conversa para um momento mais adequado. Respeite os tempos do outro, mas não se esqueça dos seus.

7 - Escolha os assuntos e as pessoas que valem o esforço de uma discussão. Não misture questões mal resolvidas do passado com a discussão atual.

8 - Se tudo o que foi dito acima não resolver, peça à pessoa com quem você está discutindo alguns minutos para se afastar da situação.

9 - Fique sozinho alguns minutos e respire fundo quatro ou cinco vezes, até sentir que recuperou o controle sobre si mesmo. Analise o motivo da discussão e avalie se faz sentido continuá-la.


P.S.: O motivo das brigas muitas vezes não é relevante. Conheça claramente seus objetivos e prioridades antes de continuar ou abandonar uma discussão. Sua calma interior ajudará você a ver o quadro com lucidez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia Também

Related Posts with Thumbnails